Cerca de 20 mil pessoas participam de ato por moradia e contra Copa em SP

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), principal articulador da marcha realizada na noite desta quinta-feira, 22, esperava levar cerca de 15 mil pessoas ao ato Copa sem povo, tô na rua de novo, que teve concentração às 17h no Largo da Batata, em Pinheiros, Zona Oeste, porém, segundo dados oficiais, quase 20 mil pessoas estiverem presentes à manifestação que terminou por volta das 22h na Ponte Octavio Frias Filho, a Ponte Estaiada, na Vila Cordeiro, Zona Sul.

Durante os quase 7 KM percorridos, foi possível notar muitas faixas, bandeiras e cartazes, que em sua maioria pediam por moradia digna e contra a Copa. Entre as vias bloqueadas durante o trajeto estiveram a Avenida Brigadeiro Faria Lima, Ponte Cidade Jardim, Marginal Pinheiros e Ponte Estaiada, que ficou fechada no sentido Avenida Jornalista Roberto Marinho. Enquanto o ato passava pela Faria Lima, diversos estabelecimentos, inclusive o Shopping Iguatemi fecharam as portas.

Por volta das 21h30, quando os manifestantes já estavam na Ponte Estaiada, uma chove forte caiu sobre o local, mas nem assim o grupo se dispersou. Do alto do caminhão de som, o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, disse que o grupo quer seu “pedaço” da Copa do Mundo. “O que queremos é a fatia do povo. A Fifa comeu a parte dela, as construtoras comeram a parte dela. Agora chegou a parte do povo.

O grupo foi embora às 23h, quando pegou junto com repórteres o trem da Linha 8 – Esmeralda, em direção à Pinheiros.

ponteestaiada

Leia mais!

Jpeg

Aloxidil e minoxidil o resultado para uma barba perfeita

Cada vez mais na moda e mais usual entre os homens, ter uma barba perfeita …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *