Após choro e ‘discriminação’ corintianos terão ingressos para Derbi

Em tom choroso, o presidente do Corinthians, Mario Gobbi acusou o palmeirense Paulo Nobre de ter criado a situação de torcida única por conta de um prejuízo de 12 mil cadeiras. O presidente corintiano afirmou que tem a disposição de não entrar em campo caso não obtenha ingresso para sua torcida. Por volta das 19h30, a FPF decidiu disponibilizar a arga de ingressos para visitante.

O alvinegro acusou o Palmeiras e a Federação Paulista de Futebol de agir de forma discriminatória contra os alvinegros, ao não enviar a carga de 1.800 ingressos. Em entrevista coletiva disse que o desembargador que aferiu a decisão, “é amigo pessoal do dirigente palmeirense”.

Gobbi lembrou que, quando Arnaldo Tirone era presidente do Palmeiras as relações eram melhores, inclusive com a divisão de ingressos no Estádio do Pacaembu, com o visitante acomodado no tobogã.

“O Corinthians tomou um passa-moleque do Palmeiras e da Federação. A única forma de reatratação é repassar a carga de ingresso a quem de direito. Sem ingresso, o Corinthians não entra em campo no domingo”.

O dirigente alvinegro, que deixa o cargo neste sábado, 7, disse que no jogo do Campeonato Brasileiro de 2014 quando palmeirenses quebraram algumas cadeiras do setor visitante, não aceitou receber o pagamento do prejeuízo, por conta de uma “relação de primeira linha”. Porém, à época, alvinegros chegaram a dizer que receberam o valor cobrado aos palmeirenses.

Leia mais!

Jpeg

Aloxidil e minoxidil o resultado para uma barba perfeita

Cada vez mais na moda e mais usual entre os homens, ter uma barba perfeita …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *