PM ataca metroviários em greve na Estação Ana Rosa; veja agressão

Cerca de 30 metroviários, incluindo mulheres, que formavam uma barreira humana por volta das 6h30, desta sexta-feira, 6, no pátio interno da Estação Ana Rosa, foram agredidos por policiais militares da Força-Tática, com golpes de cassetete e disparos de balas de borracha. O interior da estação, que faz a ligação entre as linhas 1 – Azul e 2 – Verde ficou tomado pela fumaça da bomba de efeito moral e pelo cheiro de gás lacrimogêneo.

Os grevistas estavam no local para impedir a entrada de funcionários que não participam da greve deflagrada na última quinta-feira, 5, e que iriam operar os trens e os guichês de venda de passagens. Desde às 3h no local, a PM chegou por volta das 5h. Quando a situação parecia mais calma, com negociação entre PMs e grevistas, uma tropa avançou contra o cordão. O repórter-fotográfico Thiago Stone registrou as imagens em vídeo. PMs se aproximam dos metroviários com escudos balísticos, enquanto um soldado mais à esquerda empunha uma calibre 12 apontada na altura da cabeça das pessoas que formavam a barreira. Os manifestantes pedem para que a arma seja abaixada, dizendo “aqui é trabalhador”. Logo na sequência, pode-se ouvir o barulho de bombas e, uma correria, seguida de golpes de cassetete. A PM informou que não utilizou balas de borracha, mas confirmou o uso de bomas de efeito moral. Um homem teve ferimentos na perna, e confirmou à reportagem que foi atingido por bala de borracha. Quatro pessoas teriam ficado feridas e um homem foi detido por desacato. O caso foi registrado no 36° DP (Paraíso). Às 11h30 o homem já havia sido liberado.

Veja vídeo e fotos abaixo (crédito: Thiago Stone/Fotógrafos Ativistas)

Leia mais!

Jpeg

Aloxidil e minoxidil o resultado para uma barba perfeita

Cada vez mais na moda e mais usual entre os homens, ter uma barba perfeita …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *