Presidente do Internacional fala sobre situação de Nilmar

Com a rescisão contratual de Nilmar com o El-Jaish (clube do Catar) uma forte especulação acerca de um possível retorno ao Internacional tomou conta das rádios e redes sociais, principalmente no Rio Grande do Sul. Questionado sobre essa possibilidade de uma repatriação de Nilmar, o presidente do Internacional, Giovanni Luigi foi realista e não passou muitas expectativas aos torcedores.

Nilmar surgiu como grande revelação no Beira-Rio, em meados dos anos 2000, ganhando mais oportunidades no ano de 2002, quando começou a chamar atenção de grandes clubes da Europa, sendo vendido em 2004 para o Lyon. Após grande venda, retornou ao Internacional no ano de 2007, permanecendo no clube até 2009 e conseguindo vaga na Seleção Brasileira, após boas atuações e título da Sul-Americana (até então título inédito para clubes brasileiros).

Nilmar

Nilmar atua desde 2012 no futebol do Catar, onde é tratado como grande estrela e recebe salário com valores exorbitantes. Segundo informações da imprensa internacional, outro clube do Catar também está interessando em ter Nilmar, onde especula-se que seja o Al-Sadd.

Giovanni Luigi sobre Nilmar

Em declaração a Rádio Guaíba, o presidente do Internacional, Giovanni Luigi, foi claro:

“Não saberia dizer quais são as ideias do Nilmar…tenho conhecimento dos valores que ele vinha recebendo, e é completamente fora dos padrões do Brasil” – Disse Luigi

Recentemente o centroavante Rafael Moura afirmou que gostaria muito de um retorno do amigo Nilmar e lançou uma campanha pela repatriação do atleta, que conta com grande identificação com a torcida do Internacional.

Nilmar: sonho antigo de clubes brasileiros

Além do Internacional, muitos clubes brasileiros buscam informações e tem interesse em investimentos no futebol de Nilmar, considerado atacante acima da média, considerado muito completo, mesclando boa finalização e presença de área com velocidade.

No início da temporada, o São Paulo procurou Nilmar e tentou a contratação do atleta, que preferiu permanecer no Catar. Atualmente, uma nova investida pode ser feita, mesmo com o São Paulo já tendo feito grandes contratações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *