Renan Calheiros afirma que democracia brasileira “não merece esse fim”

Presidente do Senado foi afastado do cargo por decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do STF.

Após o não cumprimento da decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), falou sobre a decisão do STF.

“Ao tomar a decisão a nove dias do fim do mandato de um presidente de poder, em decisão monocrática, a democracia, mesmo no Brasil, não merece esse fim”, disse Renan Calheiros.

Após a decisão provisória do STF, a Mesa Diretora do Senado decidiu não acatá-la e manteve o senador no cargo. Eles vão aguardar as decisões do plenário do STF, algo que deve acontecer nesta quarta-feira. A ministra Cármen Lúcia afirmou que dará prioridade a avaliação do caso assim que ele chegar ao plenário.

Em tom provocativo, Calheiros falou sobre a decisão de Marco Aurélio Mello e comparou com o cumprimento de outras liminares.

“Eu, como presidente, já me obriguei a cumprir liminares piores do ministro Marco Aurélio. Uma delas, eu fiz questão de cumprir, foi uma decisão do ministro que impedia que acabássemos com os supersalários no Legislativo”, afirmou Calheiros.

 

Leia mais!

Vídeo: Incêndio atinge prédio de 30 andares em Londres

Na madrugada desta quarta-feira, horário de Londres, aproximadamente 21h15 (horário de Brasília), uma torre de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *