Bolsonaro critica governadores e refuta prorrogação do auxílio de R$ 600

0

Última parcela do auxílio emergencial, já na etapa de prorrogação, a 5ª pode não ser efetivamente a porta de saída do benefício. Fontes do Governo Federal revelam possibilidade de revisão do valor para uma possível prorrogação. Bolsonaro lança críticas aos governadores e afirma que valor de R$ 600,00 em um auxílio permanente “arrebentaria” a economia brasileira.

“Alguns estão defendendo o auxílio indefinido. Esses mesmos que quebraram os estados deles, esse mesmo governador que quebrou seu estado, está defendendo agora o emergencial de forma permanente. Só que, por mês, são R$ 50 bilhões. Vão arrebentar com a economia do Brasil”, disse Bolsonaro, ao reclamar das políticas econômicas e sociais dos governadores.

bolsonaro

A quinta parcela do auxílio emergencial, referente ao mês de agosto, começa a ser paga no fim do mês. Caso não seja prorrogado o auxílio emergencial, os beneficiários do Bolsa Família voltam para o programa original (com seu respectivo valor) já no mês de setembro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Como saber se alguém está traindo através do WhatsApp Whatsapp: 5 recursos que pode surgir em 2022 Como evitar de espionarem seu celular WhatsApp testa: Pagamentos de criptomoeda nos EUA Whatsapp cria nova funcionalidade para não ocupar espaço no celular