Concessão do empréstimo consignado vai mudar? Veja o que diz a Caixa

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil, concedido pela Caixa Econômica, teve mudanças consideráveis após a liberação de cerca de R$ 6 bilhões de crédito

Com a liberação da grande soma, as instituições financeiras passaram a limitar a concessão dos valores. 

Através dos documentos liberados pelo banco, os funcionários receberam orientação para o funcionamento da análise do consignado. 

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil foi liberado para doze bancos pelo Ministério da Cidadania em outubro. A modalidade já era discutida desde o início de 2022, porém custou a ser liberada em razão de um rigoroso processo de análise. Liberado próximo ao período das eleições, o crédito foi considerado como uma estratégia para a reeleição de Jair Bolsonaro (PL). 

Com a derrota do então presidente, a liberação da linha de crédito tem reduzido consideravelmente. 

Segundo informações do jornal O Globo, os  integrantes do Conselho de Administração da Caixa afirmaram que as restrições da liberação do empréstimo não são apenas para o consignado do auxílio, mas sim para todas as linhas de crédito do banco. Segundo a instituição, a razão para a diminuição é o comprometimento do orçamento, que segue limites internacionais de prudência neste caso. 

Bancos que oferecem o empréstimo do Auxílio Brasil 

  • Caixa Economica Federal;
  • Banco Agibank S/A;
  • Banco Crefisa S/A;
  • Banco Daycoval S/A;
  • Banco Pan S/A;
  • Banco Safra S/A;
  • Capital Consig Sociedade de Crédito Direto S/A;
  • Facta Financeira S/A Crédito, Financiamento e Investimento;
  • Pintos S/A Créditos; 
  • QI Sociedade de Crédito Direto S/A;
  • Valor sociedade de Crédito Direto S/A;
  • Zema Crédito, Financiamento e Investimento S/A.