Empréstimos com garantia do FGTS: Como funcionam? Vale a pena em 2022?

0

O cidadão brasileiro possui um jeito simples de conseguir dinheiro extra quando precisar: a antecipação do saque-aniversário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço)

O empréstimo está disponível em vários bancos ao redor do Brasil, e eles possuem regras diferentes.

O saque-aniversário é uma espécie de saque-rescisão, que oferece ao trabalhador retirar parte do valor do seu FGTS uma vez por ano, sempre no mês do seu aniversário.

Ao escolher isso, o trabalhador perde o direito de sacar todo o valor em caso de demissão sem justa causa, porém, mantém a multa de rescisão de 40%.

Como funciona o saque-aniversário do FGTS?

Os bancos são autorizados o acesso a conta do FGTS com os valores, e aprova o crédito no ato para o cidadão.

O banco utiliza o valor do FGTS como uma forma de garantia. Ele debita as parcelas automaticamente na conta do cidadão.

Números do programa

A Caixa não divulgou o saldo do plano Pedro Guimarães, presidente da agência, afirmou no lançamento que o plano pode ser utilizado por 100 milhões de pessoas.

Na semana passada, Onyx Lorenzoni, ministro do Trabalho e Previdência Social, e Pedro Guimarães, presidente da Caixa, falaram sobre novas modalidades de crédito em evento do setor de construção civil.

Mas eles não forneceram detalhes porque esperam que Bolsonaro anuncie o plano nas próximas semanas.

Vale a pena fazer o empréstimo do saque-aniversário?

O professor de Finanças da PUC-SP, Fábio Gallo, disse que mesmo que seja inferior a outras modalidades de crédito, a taxa de juros do FGTS deve chegar a 12,7% ao ano, o que ainda é um pouco salgado.

Portanto, os interessados ​​só podem usar esse empréstimo como último recurso. O trabalhador nunca deve escolher a rota de consumo: só vale quando a pessoa está muito endividada e as alternativas de crédito disponíveis são mais caras.