Mulher morre vítima de bala perdida na Avenida Cupecê

0

Uma mulher morreu, após ser atingida por uma bala perdida, na noite do último domingo, 14, na periferia da Zona Sul. Wanderleia Silva, de 38 anos, voltava da igreja, por volta das 22h30, quando recebeu um disparo na cabeça. Silva estava com seu filho de cinco meses no colo. A criança não se feriu.

Segundo a família da vítima, Wanderleia Silva havia conseguido uma carona com um primo. Quando se aproximou de sua casa, ela teria descido do carro, na Avenida Cupecê, altura do número 4.800, no Jardim Miriam, e na sequência baleada. O marido também voltava da igreja, porém, o sindicalista Roberto Leandro da Silva estava de moto. “Parei uns 200 metros para frente. Estava ali conversando quando escutei três tiros. Quando eu olhei para trás, eu vi quatro rapazes correndo”, disse em entrevista à TV Globo.

Wanderleia Silva morreu no local. O bebê de cinco meses não se feriu e passa bem. De acordo com testemunhas, no momento do disparo, ocorria um assalto a menos de cem metros do local. Testemunhas, porém, afirmam que o disparo não teria sido dado pelos suspeitos, mas em uma reação do motorista que estava sendo assaltado. O caso foi registrado no 98° DP (Jardim Miriam). Investigadores do DHPP estiveram na região em busca de câmeras de segurança.