Início Notícias Pagodeiro que zombou da justiça é condenado a 33 anos por morte...

Pagodeiro que zombou da justiça é condenado a 33 anos por morte da ex-mulher

O pagodeiro Evandro Gomes Filho, acusado pela morte da ex-mulher Andreia Cristina Bezerra Nóbrega, em 18 de novembro de 2008, foi condenado a 33 anos e 20 dias de reclusão em regime fechado na noite desta quinta-feira, 12, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O músico era considerado foragido desde a noite do crime. Na véspera das eleições de 2010, Evandro Gomes Filho chegou a se apresentar, com uma peruca e barba postiça, além de estar com um CD de sua autoria em mãos, mas não pode ser preso pela lei eleitoral, que proíbe prisões que não sejam em flagrante delito. Além da morte da ex-mulher, que se jogou do terceiro andar do prédio, Evandro também responde por tentativa de homicídio contra seu filho, que estava em casa no momento em que sua mãe pulou da janela, e na época tinha apenas 6 anos de idade. Evandro chegou por volta das 11h50 no Fórum de Guarulhos, na companhia de seus advogados. Preso e condenado, Evandro Gomes Filho deve ser conduzido à penitenciária.