Quais os efeitos após o reajustes do sálario mínimo para o INSS, Seguro-desemprego e abono salarial

0

Com o anúncio do aumento do salário mínimo de R$ 1.100 para R$ 1.212 no primeiro dia de 2022, o valor dos direitos trabalhistas também será reajustado, como abono salarial, seguro do INSS e seguro-desemprego.

O valor do seguro-desemprego para trabalhadores com contrato regular demitidos sem justa causa é determinado com base na média salarial dos três meses anteriores ao desligamento. O valor da parcela não pode ser inferior ao salário mínimo, que atualmente é de R$ 1.212.

Os benefícios do INSS também foram reajustados ao novo salário mínimo. Para quem recebe um salário mínimo, os depósitos de janeiro serão feitos entre 25 e 7 de fevereiro. Os segurados com renda mensal acima do limite serão pagos a partir de 1º de fevereiro.

No caso do abono salarial do PIS/Pasep, esse abono é concedido aos trabalhadores do setor público e privado que ganham até dois salários mínimos com carteira assinada, e o reajuste segue o valor definido para o salário mínimo. O calendário de pagamentos está no site da Caixa Econômica Federal.

Pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. Os benefícios estão disponíveis para idosos com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência de qualquer idade que não possam se sustentar sem a ajuda de familiares.

A partir de janeiro de 2022, o valor do benefício passa a ser de R$ 1.212.