Vinte e seis PMs da Rota respondem por 73 mortes e 300 tiros no Carandiru

Julgados a partir desta segunda-feira, 29, pela execução de 73 apenados do segundo andar do pavilhão nove da Casa de Detenção, dos 29 policiais militares inicialmente indiciados, que à época integravam a Rota e invadiram as galerias e celas, dois não estarão presentes ao julgamento, além do chefe da operação, o coronel Luiz Nakaharada, que deverá ser julgado sozinho. O soldado José Luiz Raymundo foi morto em serviço, onze anos depois do episódio conhecido como Massacre do Carandiru. Já o ex-soldado Cirineu Carlos Letang teve o processo suspenso, após um pedido de sua defesa para a realização de exames que comprovem sua sanidade mental. Cirineu está preso desde 1993, acusado pela morte de três travestis na esquina da Avenida Ermano Marchetti com Emílio Goeldi, na Lapa, zona Oeste (veja matéria completa no link https://infodiretas.com/julgado-pelo-massacre-soldado-da-rota-esta-preso-desde-93-por-matar-travestis/). Nesta fase, sete jurados homens decidirão se absolvem os 26 réus ou os condenam por homicídio doloso (com intenção de matar) qualificado (motivo torpe, meio cruel, dificultação de defesa e acobertamento de outro crime). Dos 26 acusados, nove estão na ativa, sendo o tenente-coronel Salvador Madia, com a patente mais alta, na época dos fatos, Madia era tenente. Outros 14 estão inativos e três exonerados ou demitidos. Mais de 300 tiros foram disparados no segundo andar. Nivaldo de Jesus Santos e Paulo César Moreira levaram nove tiros cada, já Alexander Nunes Machado da Silva, Cosmo Alberto dos Santos, Jorge Sakai, Mamede da Silva e Nivaldo Aparecido Marques foram baleados oito vezes cada. A defesa contará com cinco testemunhas, enquanto acusação trabalha com oito testemunhas, entre elas um perito.

 

Presos mortos no 2º andar (*) quantidade de tiros ou facadas
Adão Luiz Ferreira de Aquino (4) Jodilson Ferreira dos Santos (2) Mario Gonçalves da Silva (7)
Adelson Pereira de Araújo (1) Jorge Sakai (8) Maurício Calió (4)
Alex Rogério de Araújo (2) Jesanias Ferreira de Lima(3) Nivaldo Aparecido Marques (8)
Alexander Nunes Machado da Silva (8) José Marcolino Monteiro (3) Nivaldo Barreto Pinto (4)
Agnaldo Moreira (3) José Carlos Clementino da Silva (6) Nivaldo de Jesus Santos (9)
Antonio da Silva Souza (2) José Carlos Inajosa (4) Ocenir Paulo de Lima (4)
Antonio Luiz Pereira (5) José Cícero Angelo dos Santos (5) Paulo Antonio Ramos (6)
Antonio Márcio dos Santos Fraga (3) José Cícero da Silva (3) Paulo César Moreira (9)
Carlos Almirante Borges da Silva (5) José Domingues Duarte (5) Paulo Roberto da Luz (6)
Carlos Antonio Silvano dos Santos (7) José Elias Miranda da Silva(4) Paulo Rogério Luiz de Oliveira (1)
Carlos Cesar de Souza (5) José Jaime Costa da Silva(6)
Cosmo Alberto dos Santos (8) José Jorge Vicente (2) Reginaldo Ferreira Martins (7)
Dimas Geraldo dos Santos (4) José Martins Vieira Rodrigues (5) Robério Azevedo Silva (3)
Edson Luiz de Carvalho (6) Juarez dos Santos (4) Roberto Aparecido Nogueira (5)
Edvaldo Joaquim de Almeida (3) Lucas de Almeida (6) Roberto Rodrigues Teodoro (2)
Elias Palmejiano (4) Luiz Carlos Lins Guerra (3) Rogério Presaniuk (6)
Emerson Marcelo de Pontes (3) Luiz César Leite (4) Sérgio Angelo Bonani (6)
Gabriel Cardoso Clemente Reginaldo Ferreira Martins Luiz Enrique Martin (6) Valter Gonçalves Caetano (5)
Geraldo Martins Pereira (6) Mamede da Silva (8) Vanildo Luiz (6)
Geraldo Messias da Silva (1) Marcelo Couto (3) Vivaldo Virgulino dos Santos (4)
Grimário Valério de Albuquerque (6) Marcelo Ramos (-) Walter Antunes Pereira (4)
Jarbas da Silveira Rosa (4) Marcos Antonio Avelino Ramos (4) Adalberto Oliveira dos Santos (1 facada)
Jesuíno Campos (6) Marcos Rodrigues de Melo(1) Edilson Alves da Silva (2 facadas)
João Carlos Rodrigues Vasques (1) Marcos Sérgio Lino de Souza (5)
João Gonçalves da Silva (3) Mario Felipe dos Santos (7)
Osvaldo Moreira Flores (5)