Escola de Porto Alegre deve ganhar vigilância 24h para coibir furtos

0

Nesta quinta-feira (21), a diretoria da Escola Estadual Presidente Roosevelt, localizada no bairro Menino Deus, em Porto Alegre, participou de uma reunião com o Círculo de Pais e Mestres (CPM) e a 1ª Coordenadoria Regional de Educação de Porto Alegre para dar andamento às solicitações de reforço na segurança da instituição.

A discussão é sobre estratégias para garantir a segurança de alunos, professores e demais profissionais do colégio após o furto de cabos que deixou a escola sem energia elétrica. Durante a reunião, o CPM da escola apresentou uma medida: colocar cercas de serpentina (feitas de arame) no entorno de todo o muro do prédio.

Escola do bairro Menino Deus deve ganhar vigilância 24h

Uma assembleia deve ser convocada assim que a energia for reestabelecida e a aulas retornarem, segundo Antonio Maria Melgarejo Saldanha, secretário-geral da Associação de Círculo de Pais e Mestres do RS (ACPM-RS) e presidente do CPM da escola.

“Iremos começar ainda esse ano, estamos organizando os projetos para colocar em debates junto aos pais e mães. Nossa comunidade é muito unida. Já fizemos em outros momentos e deram certo, sempre tivemos retorno”, afirma Saldanha.

Márcio de Freitas, diretor da escola, disse que os pedidos encaminhados ao governo incluem a contratação de um sistema de vigilância 24h, ampliação do programa PM Residente e a poda de árvores.