Festival Varilux de Cinema Francês passará por Porto Alegre e incluirá novidades neste ano

0

Começou, nesta quarta (22), a 13° edição do Festival Varilux de Cinema Francês. O evento acontece até o dia 6 de julho, e é uma realização da produtora Bonfilm.

O festival tem como objetivo promover produções audiovisuais francesas e atrair o público aos cinemas, e passará por 50 cidades do país. Porto Alegre está inclusa.

A grande novidade deste ano é que o Festival Varilux será o primeiro festival no Brasil a apresentar séries em sua programação, além dos 17 filmes inéditos e 2 clássicos.

Onde participar do Festival Varilux de Cinema Francês em Porto Alegre?

Em Porto Alegre, a exibição dos filmes e seriados franceses está ocorrendo, principalmente, na Cinemateca Paulo Amorim, localizada na Rua dos Andradas, 736, Centro Histórico.

Para conferir a programação completa, acesse o site do festival clicando aqui. Em breve, será liberada a programação que também ocorrerá no Cine Grand Cafe.

Quais são os principais filmes da programação do Festival?

A programação reúne produções premiadas e/ou participantes de mostras internacionais como a de Cannes, Berlim e Veneza.

É uma grande oportunidade para os entusiastas e profissionais da área assistirem os grandes nomes da indústria cinematográfica francesa em ação.

Entre os filmes da programação, está “O Acontecimento”, de Audrey Diwan, obra vencedora do Leão de Ouro no de melhor filme no Festival de Veneza em 2021.

“O Herói” também é um dos títulos premiados que estão sendo exibidos durante o Festival. Do diretor Asghar Farhadi, é vencedor do Grand Prix no Festival de Cannes de 2021.

Outros longas de diretores conhecidos serão exibidos. Entre eles, estão: Peter Von Kant, de François Ozon; O Próximo Passo, de Cédric Klapisch e Um Pequeno Grande Plano, de Louis Garrel.

Quanto aos dois títulos clássicos mencionados no início da matéria, são eles: Papai Noel é Um Picareta (1982), dirigido por Jean-Marie Poiré e As Aventuras de Molière (2007), de Laurent Tirard e Ariane Mnouchkine, e uma homenagem aos 400 anos do dramaturgo francês Molière.