A influência do Motörhead na cultura de várias gerações

Ao longo de 40 anos tocando rock and roll em seu muito particular estilo, Motörhead influenciou a cultura popular de maneiras que seu líder, Lemmy Kilmister, nunca poderia imaginar.

O estilo único do Motörhead

Em suas próprias palavras, o vocalista do Motörhead apresentava seu grupo da maneira mais simples durante cada show: “We are Motörhead and we play Rock and Roll”, mas com cada nota e cada novo acorde, Motörhead estava construindo uma base sólida para sair do seu próprio Rock and Roll rápido e forte, e ganhar o seu lugar no mundo do heavy metal, enquanto criaram novos gêneros como o speed e thrash metal.

Apesar de seu som tão agressivo, os fundamentos musicais de Lemmy são o Blues e Rock and Roll de Elvis Presley e Little Richard, com os quais cresceu ouvindo em sua cidade natal, Stoke-on-Trent, Inglaterra. No caso do segundo, Lemmy se referiu a Good Golly, Miss Molly como a música que causou o nascimento da ideia de Motörhead. Este som de base melódica e baixa técnica para Lemmy aparece nos primeiros álbuns da banda, fazendo a diferença com o estilo rápido de tocar música que caracterizou o Motörhead.

Além disso, Lemmy participou em sua juventude em bandas de Rock and Roll, Rhythm and Blues e Rock progressivo, além de passar alguns anos trabalhando com a equipe de turnê de Jimmy Hendrix. Tudo isso certamente abriu as portas para criar o som tão característico de Motörhead que marcou gerações completamente.

Ace of Spades como a referência número um do Motörhead

O tema mais popular do Motörhead durante seus mais de 40 anos de história, sem dúvida, foi Ace of Spades, que foi lançado no álbum de 1980 com o mesmo título, em um período em que o rock era dominado pelo cabelo com penteados permanentes e calças de spandex, mas viu no Motörhead uma proposta diferente, com jaquetas de couro pretas, jeans e botas de motoqueiro, dando um tom agressivo à música cuja imagem estava ficando fora de contexto. Ace of Spades tem sido mencionado em inúmeras ocasiões como uma das maiores canções de rock escritas na história, já que transcende o contexto musical e foi profundamente plantada no mundo da cultura popular de acordo com Betway Casino, onde tem sido a trilha sonora de inúmeras cenas que representam desordem e rebelião dentro de programas de televisão, e até mesmo aparecendo como música de fundo no famoso drama de televisão de 2012, Dr. House, em uma cena em que o protagonista dirige erraticamente um carro esportivo. De sua parte, Lemmy escreveu a letra da canção como uma maneira de descrever um modo de viver no momento, em vez de pensar no futuro, dando um contexto de Speed Rock and Roll ao Carpe Diem que tornou famoso o poeta romano Horácio. Dentro de sua autobiografia intitulada White Line Fever, Kilmister mencionou em referência aos jogos de cassino que gostava mais dos slot machines, mas que não era realmente possível cantar sobre a rotação de frutas e rodas parando. Em vez disso, ele preferiu se referir ao poker, com frases como “seven or 11”, “snake eyes”, “double up or quit”, “double stake or split” e “read ‘em and weep, the dead man’s hand again”, onde ele faz uma referência à história de Wild Bill Hickok, que foi baleado em uma sala de poker em 1876, quando ele mostrou sua mão com ases e oitos para ganhar o jogo.

Motörhead como influência da música e Lemmy como personagem histórico

Graças ao seu som sempre forte e rápido, Motörhead tem sido a fonte de inspiração para milhares de músicos de várias gerações, porque através de seus mais de 40 anos de experiência, bandas de Heavy Metal como Metallica, Megadeth, Anthrax e Slayer começaram na música graças ao seu som, enquanto nos anos noventa, o Grunge também nasceu graças à inspiração de Lemmy Kilmister e da música de Motörhead.

Tanto assim, que o ex-baterista do Nirvana e atual líder do Foo Fighters, Dave Grohl, tem um ás de espadas tatuado em seu braço esquerdo como um tributo à música de Lemmy Kilmister. Em 2010, tornou-se público um documentário sobre o músico e banda Motörhead, chamado Lemmy, que foi dirigido e produzido por Greg Olliver e Wes Orshoski, no qualvários personagens da cultura popular dão seu tributo e compartilham as suas experiências e a influência de Lemmy Kilmister em suas vidas. Neste filme destaca a presença de figuras como os músicos Dave Grohl, Ozzy Osbourne, James Hetfield, Alice Cooper, Peter Hook, Lars Frederiksen; assim como o skateboarder Geoff Rowley e o lutador profissional Triple H, que ficou famoso quando começava as suas batalhas na televisão, entrando no ringue com a música de Motörhead ao fundo.

O músico britânico nasceu em 24 de dezembro de 1945 e morreu quatro dias após o seu 70º aniversário. Apesar de sua idade e problemas de saúde, pelos quais ele teve que cancelar algumas apresentações, O músico sempre teve o desejo de continuar cantando até o dia de sua morte e o último álbum do grupo Clean Your Clock foi uma gravação ao vivo de um show realizado em 20 de novembro de 2015, em Munique, na Alemanha, três meses antes de sua morte. Lemmy Kilmister foi diagnosticado com cancro cerebral e morreu em 28 de dezembro de 2015 em seu apartamento em Los Angeles, deixando seu lugar marcado na história da música e cultura popular, depois de viver publicamente a vida que muitos músicos de várias gerações têm querido viver.

Leia mais!

Sport x América-MG ao vivo

Ao vivo – Sport x América-MG – Campeonato Brasileiro 2018

Em partida válida pela rodada de número 20 da competição, o Sport Recife recebe nesta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *