Regras de trânsito são modificadas Conselho Nacional de Trânsito em 2022. Veja o que mudou

0

O Governo Federal aprovou a novas regras de trânsito do Brasil que passou a valer em abril deste ano. Veja as 2 principais modificações no Código de Trânsito Brasileiro.

Em entrevista ao site Terra, André Brunetta, CEO do Zul+, afirmou que os motoristas devem ficar atentos às mudanças.Os motoristas devem ficar atentos. As mudanças alteram desde regras referentes ao funcionamento dos órgãos de trânsito até o processo de habilitação de novos condutores a partir do dia 12 de abril”.

Veja as 2 principais novas regras de trânsito

  1. Aumento do prazo de validade da CNH

Entre as diversas mudanças está a validade da CNH. Agora, para motoristas que têm até 50 anos o documento é válido por 10 anos, para quem tem entre 50 e 70 é de 5 anos e para quem tem mais de 70 anos a validade é de 3 anos.

Além disso, agora é obrigatório o uso do farol baixo tanto no período da noite quanto de dia. Principalmente em túneis, chuva e outras condições adversas.

  1. Aumento do limite de pontos

De acordo com a LEI Nº 14.071, que estabeleceu novas regras no Código Brasileiro de Trânsito, o limite é variável. Ele passa a depender de quantas multas gravíssimas o motorista cometeu durante o período de um ano. 

Funciona da seguinte forma: 40 pontos para o motorista que não tiver infração gravíssima, 30 pontos para uma infração gravíssima, e 20 pontos para duas ou mais infrações dessa gravidade.

É importante ressaltar que a pontuação passa a ser computada a partir da data da infração e, dentro de doze meses, o condutor pode acumular pontos de qualquer gravidade. Além disso, para o motorista profissional a suspensão só acontece quando ele atinge os 40 pontos, sem contar a gravidade da infração.

“Nos casos de motoristas profissionais, o limite para suspensão da CNH será de 40 pontos independentemente da gravidade das infrações. Até então, ao atingir 20 pontos na Carteira de Habilitação Nacional (CNH) em 12 meses ou cometer uma infração de trânsito mandatória (que suspende automaticamente a CNH), o motorista era penalizado com a suspensão do direito de dirigir”, declarou André.