RS Tem 12 Casos Confirmados De Varíola Do Macaco; Sendo 5 Em Porto Alegre

0

A varíola do macaco tem preocupado diversos brasileiros ao longo dos últimos meses.  Após enfrentar as consequências causadas pela pandemia da covid-19, a população tem olhado com outros olhos o surgimento de novas doenças. O número crescente de casos da doença tem alarmado os gaúchos, já são 12 casos registrados no Rio Grande do Sul, sendo cinco deles em Porto Alegre.

De acordo com informações da Secretaria Estadual da Saúde (SES), foram sete casos confirmados nos últimos sete dias. Do total apontado foram infectados pela varíola do macaco sete homens e cinco mulheres. 

A doença foi identificada em sete municípios gaúchos, sendo que Porto Alegre possui o maior número de infectados. Caxias do Sul aparece em segundo lugar no registro de casos da varíola do macaco, com dois casos já confirmados, o último tendo sido diagnosticado nessa terça-feira (3). 

Na capital gaúcha um dos casos identificados morava fora do país, mas estava visitando a cidade. 

A doença causa erupções cutâneas, provocando lesões, bolhas e crostas na pele da vítima. Ela pode ser transmitida através do contato direto e indireto com gotículas respiratórias, por meio do contato com lesões de pessoas infectadas ou objetos contaminados. 

Em uma corrida contra a nova doença, as primeiras vacinas contra a varíola do macaco são esperadas para desembarcar em setembro em solo brasileiro. Os imunizantes, produzidos pelo laboratório dinamarquês Bavarian Nordic, devem ser adquiridos pelo governo através da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

O Ministério da Saúde divulgou, na última sexta-feira (29), a primeira morte em decorrência da doença no Brasil. A vítima, um homem de 41 anos com comorbidades e baixa imunidade, teve um quadro de câncer agravado pela doença e veio a óbito em Minas Gerais.

Casos confirmados

Porto Alegre: 5

Caxias do Sul: 2

Canoas: 1

Garibaldi: 1

Igrejinha: 1

Uruguaiana: 1

Viamão: 1