Imóveis vendidos pela metade do preço, veja essa possibilidade para 2022

0

O leilão de imóveis pode ser uma boa estratégia para quem está à procura de imóvel para comprar, mas não tem muitos recursos. Os preços dos imóveis em leilões podem chegar até metade do preço de mercado. Entenda como funciona.

O que é o leilão de imóveis

Quando alguém compra um imóvel e não consegue arcar com as parcelas, o banco tem o direito de tornar-se proprietário do imóvel por causa da inadimplência. Para quitar a dívida, a instituição bancária poderá leiloar o bem.

É essa possibilidade de leiloar o imóvel em caso de inadimplência que mantém o crédito habitacional funcionando e também contribui para que as taxas de juros e as exigências para conceder crédito sejam mais baixas.

Como participar de um leilão de imóveis

Para participar de um leilão de imóveis e estar apto a dar lances nos lotes disponíveis, basta o interessado ter mais de 18 anos e estar cadastrado junto ao leiloeiro responsável. O cadastramento é feito geralmente online com o preenchimento de um formulário com os dados do interessado.

Após o cadastro, o interessado deverá solicitar a habilitação para participar do leilão para cada leilão em específico. A solicitação pode ser feita por telefone ou e-mail.

Os leilões têm as datas divulgadas com antecedência nos meios de comunicação e podem acontecer de forma presencial, online ou nos dois. 

Para escolher o lote de interesse, cada leilão disponibiliza um edital com os dados dos imóveis que estarão disponíveis para receber os lances. No edital, é possível consultar itens como, por exemplo: endereço, metragem do imóvel, quem está vendendo a propriedade, se o espaço está ocupado.

Esses dados permitem o interessado realizar a consulta da situação do imóvel no site da Prefeitura e da Cartório de Registros de Imóveis como débitos e se possui alguma ação judicial em curso.