PIS/Pasep: Saiba como sacar valor esquecido do abono

0

Os trabalhadores que não fizeram o resgate do valor do PIS/PASEP de 2019 e 2020 ainda têm direito ao saque até o final de 2022. O governo liberou o saque a partir do dia 31 de março. 

Quem tem direito ao PIS/PASEP “esquecido”

Tem direito a receber o benefício aqueles que cumprirem os seguintes benefícios:

  • Estiverem cadastrados no PIS há pelo menos cinco anos;
  • Tiverem um rendimento de em média até dois salários mínimos até o ano base;
  • Tiverem registro na carteira de trabalho há 30 dias corridos no ano em questão.

Como sacar o valor do PIS/PASEP

O trabalhador que tem direito a sacar valores esquecidos do PIS/PASEP, deve dirigir-se presencialmente até uma das unidades do Ministério do Trabalho portando um documento com foto, ou enviar um e-mail para [email protected] substituindo o “uf” pela sigla do estado de residência e enviar a solicitação. 

Como consultar os valores do PIS/Pasep

Caso o trabalhador deseje consultar as informação sobre o recebimento do benefício, é possível acessar os seguintes canais:

  • central Alô Trabalhador nº 158;
  • aplicativo Carteira de Trabalho Digital disponível para Android e iOS.
  • solicitação presencial no Ministério do Trabalho.

O abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada. O pagamento começou em fevereiro e o valor é depositado diretamente em uma conta da Caixa Econômica Federal para os trabalhadores que já são correntistas do banco. 

Os que não possuem uma conta, a Caixa abre automaticamente uma Poupança Social Digital, que pode ser acessada pelo aplicativo Caixa Tem. O saque também pode ser feito diretamente nas agências e lotéricas.

Já o abono salarial PASEP é destinado aos servidores públicos federais, estaduais e municipais e os empregados de empresas públicas e sociedades de economia mista. O pagamento do abono é feito pelo Banco do Brasil.